segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Mosquito doidão

Autores: adilson alcântara e paulo moura

Na terça-feira de carnaval
O mosquito foi dar um voo matinal
Deu de cara com o bloco do fofo
A multidão estava todo ao seu redor

Com sua sede de dar uma picada
Escolheu um folião de cara pintada
Só que o mosquito nem desconfiava
Que o pierrô estava cheio da cachaça

Ele se lança, tomando goro
Dançando frevo, timbalada e carimbo.
Mosquito doidão, mosquito doidão.
Picou aquele porre e voou na contramão
Mosquito doidão, mosquito doidão.
Ficou de pileque
E atropelou um paredão




Nenhum comentário:

Postar um comentário